domingo, 22 de abril de 2007

Feriado

Andei pela rua deserta na primeira noite do feriado...
O vento não é mais o mesmo,
agora é o nordeste que sopra.
Andei só pela noite vazia da primeira rua do feriado.
Onde os fios de nylon, antes carregados de bandeirolas,
balançam nus de cores contra o céu negro.
Andei vazia pela noite deserta na primeira hora do feriado...
Os amigos viajaram,
os problemas aumentaram,
o dinheiro foi pelo ralo.
Andei vazia, só e deserta...
Então, o amor escorreu pela calçada
da primeira rua
na primeira hora
da primeira noite do feriado...
05/07/2004 - 15:02:24

sábado, 21 de abril de 2007

Enquanto esperava você

não acredito em culpa ou redenção,
pecado ou remissão.
o que me move é a incerteza e o caos,
onde pequenas e indiferentes ações
do acaso impessoal,
impressas no feixe de tudo e nada que somos nós
podem ser irreversíveis.
e isso tudo pode me fazer um tanto miserável ou radiante,
depende de quem me vê,
depende do dia,
depende do universo surdo aos nossos apelos...

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Saskia Rembrandt

Saskia antes Rembrandt
agora Saskia, às vezes Sá, às vezes sem Sá nenhum.
Mas quase sempre nas espirais da vida...