sábado, 10 de maio de 2008

FRAGMENTOS DE VIAGEM... 4










10/04/06 – INDO PRA FACULDADE


outro dia... outro lugar... outra viagem...

Se foi assim tão bom e o meu corpo sabe e reconhece, carrega os sinais e uma dor fina que se espalha da virilha, através dos músculos das pernas e costas e ventre, como testemunha dos excessos gososos...

Se foi assim tão bom e tão carregado de intensidade, de intimidade, de você dentro de mim...

Se foi assim tão bom...
Por que carrego o travo amargo do fim do gosto doce na boca?
Por que sinto o espinho cravado na garganta?
Por que a farpa na mente?
Por que acordei com um resto de sonho ruim em fiapos de memória ardente?

E até ontem, ainda sentia as pernas trêmulas, a carne trêmula do excesso desejado...

Por que então, acordei com o maldito “adágio” me rondando, feito nuvem, feito poeira e nevoeiro...
Cheiro de chuva e podridão, gosto de algo-vai-mal?

Por que o adágio-adaga traçando desenhos malditos na pele e o trocadilho infame que não sai da minha visão de raio-x, enquanto fecho os olhos e vejo as imagens que as palavras e os sons e as mãos deslizantes criam sobre desenhos invisíveis marcados a fogo na carne...

E por que certas palavras continuam ecoando na caixa oca da mente?

Por que acho que eu não disse o que queria e falei mais do que devia?
Por que sempre o excesso e a falta?
Por que esta vontade de chorar quando olho pro mar nesta manhã de sol gloriosa em Vitória, depois da chuva e da inundação?
Por que esta dor de espinhos de luz varando minha clarividência cega?

E por que eu só penso em uma palavra?

Depois de tudo... O maldito adágio.

3 comentários:

Luiza Fardin disse...

vc é linda!
Minha patroinha!
vc inspira!
te admiro mto!

potinhos de bjinhos

Mônica disse...

mulher maravilha, te amo e sinto muita falta da sua presença na minha vida.
saudade doi demais..

beijo no coração

biAh weRTHer disse...

Muito lindo aqui, Saskia. Já está nos meus favoritos :)

bjs
biAh weRTHer